quinta-feira, 11 de junho de 2009

O CASO DOS COMPUTADORES EXIGE UMA EXPLICAÇÃO CONCRETA


A denuncia, saida de dentro do proprio governo, sobre a inexistencia de 100 computadores comprados pelo ex-prefeito Zé Ronaldo, não pode sair da ordem do dia, como sairam as pulseirinhas.

Os munícipes merecem uma explicação concreta. No mínimo ver "in loco" os computadores como sugeriu o vereasdor Roberto Tourinho, no plenário da câmara.

Mesmo com Lulinha e outros correndo do plenário, não faltarão vereadores do proprio governo entendendo que a cidade merece ser informada de forma concreta.

O governista Getulio Bartbosa, por exemplo, foi incisivo:

- “O secretário confirmou que não sabia e não encontrou os computadores. O prefeito Tarcízio desmentiu o secretário, dizendo que ele estava muito novo no cargo. Acho que ele já teve tempo suficiente para se informar. Eu sendo o prefeito, um secretário dá uma informação dessas, se for confirmado, não teria dúvida alguma de demiti-lo sumariamente... a intervenção de José Raimundo coloca o governo em situação constrangedora e municia a oposição. Antes de falar sobre um assunto de tamanha gravidade, deveria consultar o prefeito. Não pode soltar uma informação dessas. Ficam os vereadores que dão sustentação ao prefeito sem argumentos palpáveis para apresentar”.

Entre desencontros e omissões, vale frisar que a denuncia não pertiu de nenhum neófito.

O professor José Raimundo Pereira de Azevedo tem longa história como homem público, seja no executivo, seja no legislativo.

No legislativo exerceu dois mandatos, eleito nos pleitos municipais de 1970 e 1972.

No executivo, além de Secretário de Cultura, esta é a terceira vez que comando a importante Secretaria de Educação.

Primeiro com José Falcão nos anos 70 e depois com João Durval nos anos 90.

Ainda no execuitivo foi duas vezes eleito vice-prefeito e como tal foi efetivado no cargo de prefeito também duas vezes.

Na ultima vez foi chefe do executivo de abril de 1994 a dezembro de 1996.

Portanto, no caso dos CEM (ou seria SEM?) computadores, o que existe até agora de concreto mesmo é a experiência política e administrativa do denunciante...

MEMÓRIA
As ilustrações deste texto foram extraídas do livro "As charges do BOREGA", editado pelo jornal Feira Hoje em 1997...

3 comentários:

  1. O nobre vereador Getúlio da Silva Barbosa é mesmo governista? Ele parece um especialista em pedir a demissão de aliados, só falta agora ele pedir a demissão do próprio prefeito, ele é realmente o sabe tudo, o homem que bate em público e nos bastidores pede cargos.

    Obs: Espero que você publique isso Adilson.

    ResponderExcluir
  2. O vereado Getúlio da Silva Barbosa é apenas um vereador competente, imdepedente e lúcido.Diferente de uns tantos puxa sacos e aproveitadores. Nada mais.

    ResponderExcluir
  3. Hidelbrando Martins12 de junho de 2009 04:48

    O Prof. José Raimundo, é um homem de comprovado passado sério e moral inquestionável.Nunca foi envolvido em improbidade .O mesmo não podemos dizer do ex e do atual prefeito.Por isso, essa primeira divergência entre eles.Com certeza, nesse governo ele não permanecerá.

    ResponderExcluir