quarta-feira, 13 de junho de 2018

MONSENHOR GALVÃO E O PORTEIRO DO CÉU


Junho de 1980                       
A falta de grandes comemorações no dia de São Pedro como acontecia no passado,  levou o monsenhor Renato Galvão,  a declarar  no domingo, 29, ao  “Feira Hoje”:

“A busca de novos valores pelos jovens que esquecem as velhas tradições e a exclusão do dia santo de  guarda por exigência do ex-presidente Castelo Branco, vem contribuindo para o declínio dos festejos em louvor a São Pedro”,  o ‘porteiro do Céu’, também conhecido como ‘santo das viúvas’. “Mas isso não conseguiu apagar o significado da data para o clero que continua venerando o primeiro Papa da Igreja Católica”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário