PAULO AQUINO

PAULO AQUINO

sábado, 5 de outubro de 2013

BAIANO COM PESCOÇO VIRADO ESTUDOU E HOJE DÁ PALESTRAS

Cláudio Vieira de Oliveira, 37, nasceu com um grave problema genético que o deixou com o pescoço envergado para trás. Apesar disso, ele, que enxerga as coisas normalmente, aprendeu a ler e a escrever usando lápis com a boca, formou-se em contabilidade e trabalha como diretor fiscal no Sindicato dos Contabilistas da Bahia, além de ministrar palestras motivacionais
O pescoço virado de Cláudio Vieira de Oliveira não foi motivo para ele desistir de uma carreira de sucesso. Aos 37 anos, ele emociona com sua história: "Nasci com braços e pernas atrofiados, acharam que eu não ia vingar e me levaram às pressas para batizar. Houve quem incentivasse meus pais a não me alimentar. Achavam que, além de dar muito trabalho, eu acabaria vegetando", conta em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo 
Em 2000, Claudio Vieira de Oliveira, teve uma das maiores emoções de sua vida: conheceu o papa João Paulo 2º. "Um amigo escreveu para o Vaticano relatando minha história e fui para Roma com ajuda de amigos e familiares. Encontrei o papa na praça São Pedro. Ele me deu um terço, disse que ia orar por mim e me deu a bênção", conta orgulhoso (BOL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário